zupanc-1-e1463608942110-750x485

Salão do Móvel de Milão 2016: 4 tendências para se apaixonar

zupanc-1-e1463608942110-750x485

Conhecida como a Capital Mundial do Design, Milão realiza desde 1961 o seu Salão do Móvel, que leva novidades e tendências das principais marcas e designers para o mundo. Muitos dos objetos apresentados nos pavilhões são conceituais e não chegam a ser vendidos para o público, mas uma coisa é certa: se está no Salão do Móvel de Milão, é referência para o mundo do mobiliário, da arte e do design.

Em 2016, o evento aconteceu entre os dias 12 e 17 de abril e contou com mais de dois mil expositores diferentes e tendências variadas – como não pudemos participar pessoalmente, contamos com a ajuda de alguém que entende muito bem de tendências em arquitetura e design:Pedro Ariel Santana, arquiteto, jornalista e Diretor de Conteúdo e Relacionamento da Casa Cor.

Pedro Ariel Santana
Pedro Ariel Santana

Pedro compartilhou sua experiência durante o Casa Cor e Conversa, que contou com a presença de arquitetos e designers de interiores de Belo Horizonte e com a divulgação de uma surpresa da Hometeka especialmente para os profissionais da área. (Fique de olho: vem novidade por aí!)

Conheça as 4 principais tendências apresentadas em Milão, inspire-se e utilize como referência para seus próximos projetos:

1- Orientalismo

50 chairs of Manga | Kenya Hara
50 chairs of Manga | Kenya Hara

O Japão é conhecido por sua arquitetura minimalista aplicada em projetos grandiosos. Dessa vez, as grandes marcas e designers também resolveram apostar no design experimental e reflexivo do Oriente para a produção de suas peças.

paper-flower-hakura-misawa

kenya-hara-chocolates-hats junya-ishigami-spring

Na mostra Subtle, com curadoria e participação do designer Kenya Hara, o destaque ficou por conta da delicadeza, leveza e sutileza através de objetos de design feitos inteiramente de papel. Inspiradas nos origamis, as peças foram produzidas por 15 arquitetos e designers diferentes e representam flores, coroas, plantas e outros itens abstratos.

Deixe uma resposta